Jesus na Área e É de Deus empatam em 2×2 na estréia do Carioca

Por Jessica Felisbino

Um  lindo sabadão de outono com belo sol, típico carioca. Nada mal para uma partida de futebol no Alto da Boa Vista. Dois times entram em campo carregando nomes de peso: É de Deus, com seu uniforme azul, e Jesus na Área, com uniforme laranja. Aliás, a camisa do time laranja pesava toneladas, pois tratava-se da volta ao Carioca do primeiro campeão da competição, que ficou de fora da edição passada.  Antes que se inicie a partida, os dois times se reúnem com seus jogadores para fazer uma última oração.

O Juiz apitou e a partida começou, era bola rolando no gramado. Passados nove minutos os técnicos começaram a cobrar mais agilidade dos time e os capitães sentiram a pressão. Tanto o É de Deus, quanto o Jesus na Área, sentiam a estreia e faziam um duelo sonolento. Aos 14 minutos quase sai o primeiro gol do Jesus na Área. A essa altura, o jogo já tinha ficado mais interessante com bons duelos em todas as partes do campo. O Jesus na Área com seu toque de bola impunha seu estilo mais técnico. O É de Deus, mais veloz, tentava o jogo pelas pontas.E foi exatamente o time estreante que abriu o placar com Ygor, sendo assistido por Alexander. O Jesus na Área tentou o empate de todas as maneiras, mas foi para o intervalo perdendo para o bom time do É de Deus.

A promessa de que o segundo tempo seria animadíssimo foi cumprida. Jogo muito apertado, equilibrado e logo o gol de empate de Fabrício. 1×1. Muito parecidos em campo, os dois times eram guiados pelos seus treinadores que eram muito ativos à beira do campo. Michel fez o segundo gol do Jesus na Área e Flavio fez o do É de Deus, mas quem sobressaiu mesmo no duelo, principalmente nessa segunda etapa, foi o camisa 33, Guilherme, do time da Baixada. Ele deu o passe para o segundo tento e ainda fluiu pelo campo com muita categoria e desenvoltura.

O 2×2 foi um resultado justo. O Jesus na Área, tímido, ainda pode melhorar e ser o time aguerrido das outras edições (foi campeão da primeira e terceiro lugar na segunda). Já o É de Deus, novato, mostrou qualidade e deve ser um time que vai se destacar na competição.

Na próxima rodada, o Jesus na Área enfrenta o Betel FC e o É de Deus encara o Mendes FC.

Galáticos JS passa por cima do Raridade na estreia do Carioca

Na abertura do Carioca Evangélico 2017/1, o Galáticos JS, quarto colocado da edição passada, enfrentou um velho conhecido, o Raridade, equipe que derrotou na primeira fase em 2016/2, e com certa facilidade voltou a vencer nesse último domingo de março. Com um futebol moderno, técnico e de muita movimentação, o time que agora veste vermelho venceu por 9×2 com destaque para a dupla Diogo e William, com quatro gols e três assistências.

O início de jogo foi truncado, o Raridade até ofereceu certa resistência, mas com o tempo o Galáticos JS mostrou porque é considerado um dos favoritos ao título dessa edição. Filipe fez o primeiro do time de Ramos, após receber belo passe de Diogo, o nome do jogo. Cinco minutos depois, foi a vez de Filipe servir Victor para ampliar. O exemplar time do Raridade lutou muito e conseguiu diminuir com Ronaldo. Na primeira metade da partida, essa diferença nem foi tão clara, o jogo foi mais parelho. Enquanto o Galáticos ainda sentia qual o melhor modo de atuar, meio que tímido, o Raridade começou muito bem, marcando certo e bem distribuído em campo. No entanto, no segundo tempo, o jogo se tornou de um time só. A equipe vermelha conseguiu colocar a bola no chão e não tomou conhecimento da garra do adversário, que acabou sucumbindo ao melhor futebol do rival.

No segundo tempo, William fez o terceiro do JS, recebendo passe de Diogo. O quarto foi de Diogo, após bela triangulação. O que chama atenção da equipe de Ramos é a forma categoria de atuar atacando o adversário, sempre com muita velocidade e técnica. Na edição passada já era assim, mas nesse segundo tempo o time se mostrou mais maduro e consciente, dando mostras de que vem muito mais forte para essa competição. O quinto gol saiu de um frango do goleiro Hyeres em chute de William. O sexto gol nasceu de uma linda enfiada de bola de Diogo para arremate preciso de Eduardo. Breno fez o segundo ro Raridade colocando 6×2 no placar. Murilo fez o sétimo, Marcus Vinicius o oitavo, todos os dois com assistência de Filipe, e William fechou a goleada. Placar final 9×2 Galáticos.

Na próxima rodada, o Galáticos JS enfrenta o Partidários e o Raridade enfrenta o GDC FC.

IMSC goleia Albatroz na estreia com show da dupla de irmãos Walace e Wellerson

IMSC, representante da Igreja Metodista de Senador Camará, e Albatroz, time da Primeira Igreja Batista de Agostinho Porto, em São João de Meriti, se enfrentaram na primeira partida de suas histórias dentro do Carioca Evangélico. Em campo duas belas equipes, com variações interessantes, boa marcação e alguns talentos. Após uma boa partida de futebol, o IMSC goleou o adversário por 5×1, mostrando força e uma dupla de irmãos que promete fazer chover nessa edição.

Toda estreia é nervosa e os primeiros minutos foram dessa forma para as duas equipes que debutavam na competição. Com o passar do tempo, as jogadas começaram a sair e o jogo mostrou a sua verdadeira cara. Mais organizado e consistente, o IMSC abriu o marcador com um chute de Walace. Logo veio o segundo gol, num chutaço do zagueiro Diego. O Albatroz, apesar de alguns erros pontuais, também fazia um bom jogo, mas esbarrava na boa atuação defensiva do adversário e na sua forte marcação. A forma de jogar das duas equipes se assemelhava, inclusive. Mas os irmãos Souza dos Reis fizeram a balança pender para o lado azul escuro da partida. A dupla se saiu muito bem na parte ofensiva da equipe e levou a loucura a marcação adversária. O gol que Wellerson, irmão de Walace, marcou, o terceiro do time de Senador Camará, foi digno de placa. O atacante mostrou perícia, técnica, habilidade e precisão. Fantástico. Por causa da dupla de irmãos e da boa atuação de Diego, que não deixou a bola adversária passar e ainda fez o seu num outro belo gol, o IMSC foi para o intervalo vencendo.

O segundo tempo mostrou um Albatroz muito mais ligado e dominando as ações nos primeiros minutos. Tanto que Luan deu bom passe para Tacio diminuir para o time de São João de Meriti. O jogo mudara. Mais agudo no ataque e acertando mais os passes, o coletivo do Albatroz passou a fazer a diferença e a impressão era que a equipe ia pressionar pelo empate. Ledo engano. Não que o time fosse mal ou perdesse a força nessa busca; mas os irmãos Souza dos Reis trataram de mostrar quem é que mandava naquela peleja. Com mais um gol para cada um, Walace e Wellerson colocaram 5×1 no placar e levaram três pontos muito importantes para a Zona Oeste, na primeira vitória da equipe no Carioca Evangélico.

Foi um jogo onde o individual superou o coletivo. Mas o duelo mostrou duas equipes de força nessa disputa. Na próxima rodada o IMSC enfrenta o Ousadia FC e o Albatroz encara o Atletas de Cristo.

 

Em jogo de alto nível, Partidários e GDC empatam em 1×1

Por Hyanarrara Santos

Neste sábado, 23/5, aconteceu a primeira rodada do Campeonato Carioca Evangélico, no Campo do Agrião, Alto da Boa Vista. O Partidários, de Bento Ribeiro, enfrentou o GDC, de Duque de Caxias. Após uma disputa intensa, o jogo terminou empatado em 1×1.

Os times eram experientes e participaram da última edição do Carioca. Já era esperado uma disputa incansável e assim aconteceu. O primeiro lance foi dos “guerreiros”, Gabriel Felipe deu um chutaço e o goleiro adversário defendeu. Logo após, Lucas cruzou para Luiz Henrique balançar a rede e colocar o GDC na frente, 1 x 0.

O Partidários estava trabalhando bem a bola, como é de sua característica, jogando com calma e trocando passes com inteligência. Já o GDC é um time ofensivo, que tem jogadores de velocidade e estava surpreendendo a torcida com uma nova forma de jogar.

A disputa estava acirrada. Em um lance, Gabriel, do Partidários, arrancou e chutou mas a bola foi para fora. No contra-ataque, Ramon e Matheus do GDC, tentaram ampliar o placar mas o goleiro adversário estava preparado e fez duas grandes defesas. Então chegou ao fim o primeiro tempo dando vitória aos guerreiros de Duque de Caxias. Marcador 1 x 0.

Começou o segundo tempo com boas jogadas do Partidários, o time estava correndo atrás do prejuízo. Em um lance, Alfredo mandou um foguete, mas o goleiro do GDC defendeu. Outra oportunidade foi quando Gabriel cruzou para Michael que não conseguiu balançar a rede.

Um lance incrível de gol perdido veio do GDC, Matheus carregou a bola, driblou o zagueiro e deixou o goleiro adversário no chão, mas o chute bateu na trave e foi para fora, se ouviu um “U” da torcida.

Então Michael, jogador de Bento Ribeiro, ajeitou a bola e chutou com categoria e velocidade do meio da rua, empatando o jogo, levando motivação a sua equipe. Marcador 1 x 1.

O Partidários estava dominando o campo e trazendo o perigo da virada ao time adversário. Mas quando o jogo está bom, termina rápido. Então apitou o árbitro dando fim a partida, placar 1 x 1.

Foi uma bela disputa, sem confusão e reclamações. O Melhor jogador vai para “Foguinho”, do GDC, um garoto de velocidade, que literalmente correu muito para colocar seu time na frente mas não deu. Na próxima rodada, o GDC FC encara o Raridade e o Partidários enfrenta o Galáticos JS.

 

Hello world!

Welcome to WordPress. This is your first post. Edit or delete it, then start blogging!