Em jogão de Bola, Real BR derrota União IBV e se garante nas Quartas do Carioca

Por Wallace Lopes

A equipe do União IBV enfrentou o Real BR pela última rodada de classificação da fase de grupos da 7ª edição do Carioca Evangélico. O time de Bento Ribeiro venceu por 8 a 6 em um jogo muito movimentado e com incríveis viradas. A tensão das duas equipes estava evidente, já que ambas brigavam pela classificação. Houve muita reclamação com a arbitragem e discussões entre integrantes da mesma equipe.

O Real BR era favorito e voltou a vencer o União como na última edição. Mas desta vez o poderio ofensivo das equipes estava mais afiado, já que o último encontro terminou com vitória de 3 a 2 da equipe azul celeste.

Primeiro tempo de gols perdidos

O jogo começou muito disputado. As equipes estavam se doando ao máximo e colocando suas energias em cada dividida. Logo no início, Wagner começou a se destacar na partida, o União utilizou muito do seu pivô e criou dificuldades para o Real. Com um chute forte pra fora já assustara o goleiro Leandro. Na sequência, em uma falta perigosa cobrada por Leonardo, Leandro defendeu. O Real respondeu com Bruno de Souza chutando forte por cima do gol. Mas a equipe tricolor começou melhor e assustava mais. Em outra chegada, Leonardo chutou e Leandro conseguiu espalmar o perigo.

O jogo continuava favorável para o União IBV, mas em um contra-ataque rápido Michael conseguiu tirar do goleiro e chutar, e de forma impressionante Miguel tirou quase em cima da linha. No lance seguinte Leonardo fez bela jogada e rolou para Wagner só empurrar para o gol vazio. O IBV saiu na frente e jogava melhor. O gol acordou a equipe de Bento Ribeiro que perdeu três chances claras em sequência, uma com Hugo e duas com Pogian. A insistência deu certo logo depois, Pogian achou Alessandro livre que acertou um belo chute cruzado e empatou a partida.

Depois do gol de empate o jogo ficou equilibrado com chances de gol dos dois lados. Os goleiros começaram a aparecer neste momento. Parecia que o primeiro tempo terminaria 1 a 1, mas o acúmulo de faltas permitiu um shoot out para o Real e Bruno Reis não perdoou, 2 a 1 para a equipe celeste e fim da primeira etapa.

Chuva de gols e vitória do Real

Na saída de bola o União voltou a empatar a partida. Cleiton tocou para Wagner que só tirou do goleiro. Cleiton parecia querer  jogo e cabeceou uma bola perigosa para fora. O jogo ficou aberto e ambos os goleiros realizavam boas defesas, mas em uma dessas defesas João Vitor não conseguiu segurar e Igor empurrou para o fundo da rede. O União IBV sentiu o gol. O Real BR criou várias chances para ampliar o marcador, mas o goleiro João Vitor estava segurando o ímpeto adversário até a boa jogada de Di Maria que deu bela assistência para o gol de Andrew. Tudo parecia se encaminhar para uma vitória do Real. Só que a reação da equipe tricolor foi incrível. Miguel aproveitou o rebote do goleiro na cabeçada de Wagner e só colocou para dentro. Em seguida, em falta na entrada da área, Cleiton cobrou no canto baixo do goleiro e empatou a partida. Com a moral lá em cima o União buscou a virada com gol de Wagner que recebeu belo passe de Cleiton.

O jogo ficou eletrizante. Pouco tempo depois Michael em bela jogada individual chutou cruzado e empatou o jogo. Devido ao excesso de faltas da equipe celeste, o União teve um shoot out para voltar a frente no placar, mas Cleiton desperdiçou a chance. Isso serviu para levantar a moral do adversário que partiu para cima e foi superior na parte final do jogo. Após jogada de Di Maria, Bruno Reis colocou a equipe de Bento Ribeiro na frente. Em outra jogada de Di Maria, Michael marcou mais um e deu tranquilidade a sua equipe. Em outro shoot out para o União IBV, Leonardo deslocou o goleiro e diminuiu a diferença. Mas na saída de bola o Real BR sacramentou a vitória com um chutaço de longe de Di Maria. E assim o arbitro terminou a partida com a vitória de 8 a 6 e classificação da equipe celeste.

Agora é mata-mata. O próximo confronto é pelas quartas de final. O Real BR ficou em terceiro do grupo A enfrenta o Parábola FC, que fez a segunda melhor campanha do grupo B.

 

Notas:

Michael (meia – Real BR) 8,5 – tentou tranqüilizar o time o tempo todo. Fez gols em momentos importantes e se empenhou muito na marcação. Era responsável pela saída de bola. Mostrou que é um excelente capitão.

Di Maria (meia – Real BR) 8 – começou o jogo muito mal. Arranjou discussão com seus companheiros de time. Mas no segundo tempo foi fundamental para a vitória de sua equipe.

Wagner (pivô – União IBV FC) 7,5 – É um jogador estático, mas conseguiu segurar a bola no campo de ataque. Conseguiu marcar 3 gols e participou bem de muitas jogadas ofensivas. No final da partida pareceu desgastado fisicamente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *