Empate favorece SBSC contra São Pedro e equipe vai para semifinal do carioca como primeira de seu grupo

Por Lucas Bichão

SBSC e São Pedro empataram em confronto válido para a última rodada da fase classificatória do Carioca Católico. O duelo não valia a vaga na próxima etapa do campeonato, pois ambos os times já estavam garantidos. Porém, a igualdade em 3 a 3 no placar serviu para que o SBSC terminasse em primeiro no grupo A com 7 pontos e 20 de em saldo de gols.

O Jogo…

Como dois alunos aplicados fazendo a recuperação da matéria apenas para aumentar suas notas no boletim, SBSC e São Pedro pisaram no gramado apenas com o desejo de terminar a fase de grupos no topo da tabela. A única questão disputada nos 50 minutos seria o fato de quem teria a maior nota no final.

Saíam na frente os rapazes representantes de Vigário Geral, graças a um saldo de gols extenso devido à goleada histórica de 21 a 2 sobre o Centro Dom Bosco. Vantagem essa que aumentou durante o primeiro tempo quando Biel, camisa 3, recebeu boa bola de Fábio e tratou de balançar as redes para o 1 a 0.

Ainda durante a primeira etapa, Fael tratou de aumentar a distância para o adversário para 2 a 0. Na comemoração, irreverência de um time que sabia estar na queda de braços que enfrentava. Ao fim do primeiro tempo, tudo indicava que a prova extra do São Pedro seria em vão. Mas, como já diria o ditado: “o futebol é uma caixinha de surpresas”.

A nota a ser tirada nesse último teste deveria ser alta, porém foi o número três o auge do duelo. Se Biel abriu o placar para o SBSC, Ralf foi quem tratou de diminuir o pequeno abismo que separava os times no placar. Com uma grafia afiada, Brites cruzou rasteiro para o centro da área onde a bola encontraria o camisa 3 do São Pedro,  para marcar o 2 a 1.

Mesmo parecendo não ter estudado a matéria, o grupo do Recreio foi perseverante e começou a puxar tudo o que sabia para garantir a melhor nota da turma. Afinal, quem não se orgulharia de ter tirado um dez em seu primeiro ano na escola nova? Ralf usou muito dessa vontade para empatar a partida que antes parecia perdida e da mesma forma se valeu para pôr seu time na frente no placar.

Enquanto via uma virada inesperada em campo, o SBSC desperdiçava oportunidades como quem sabe que já passou de ano e não precisa de alguns décimos a mais. Acertou bolas na trave, parou no bom goleiro adversário e pecou em diversas oportunidades de contra-ataque. Mas, quem está no topo da tabela não se mantém dessa forma sem possuir algum toque de genialidade. Foi de um cruzamento rasteiro e cheio de malícia que Tales aproveitou para, de costas para o gol, marcar o seu e deixar a todos surpresos com o vislumbre do empate.

Ao fim da prova as notas permaneceram as mesmas. SBSC em primeiro com o São Pedro seguindo seus passos.

Notas:

Ralf | São Pedro – 8.5: Essencial para o placar final de 3 a 3. Foi quem mais jogou pelo São Pedro, apesar de ter pecado nos momentos iniciais da partida. Pode vir a brilhar na fase eliminatória.

Brites | São Pedro – 7.5: Colecionou mais uma assistência para o seu status, que agora somam 8 passes cruciais para o balançar das redes. O líder no quesito ainda pode se gabar por oferecer uma belíssima assistência no primeiro gol.

Fábio | SBSC – 7.0: Apesar do time ter feito um bom primeiro tempo e ter se recuperado durante a segunda etapa, não possuiu um grande destaque individual. Quem mais se enquadrou como líder da companhia foi Fábio, com suas duas assistência e boa organização no ataque.

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *