Entrevista com o Craque da terceira rodada do Carioca: Matheus Piu, do Ágape F7

Não é comum um placar como o da vitória do Ágape sobre o Mainé’s. Pra você o que pesou mais pra essa vitória acachapante de sua equipe?

O gol que sofremos com 1 minuto de jogo, um jogador da equipe adversária gritou em alto e bom som que era pra ganhar de 14, isso nos motivou a virar a partida e também que não parássemos de atacar para que nós sim ganhássemos de 14 e como podemos ver conseguimos até mais.

Até hoje o Ágape se diferenciou pela força coletiva, e agora tem você que vem sendo o grande destaque individual do Carioca. Você acha que o time do Recreio está preparado para ser campeão da competição?

Com toda certeza, temos um time bastante qualificado individualmente, que a qualquer momento qualquer um pode fazer a diferença, por isso posso afirmar que sim, estamos preparados para sermos campeões e vamos em busca disso com muita humildade e seriedade.

Quais os principais adversários do Ágape nesse Carioca?

Missionários, Partidários, Galáticos JS e Israel da Bola pelo que vem mostrando. Também tem outros que podem surpreender como o MAV e o GDC.

Você joga Fut7 em outras equipes, inclusive no Botafogo. Como é a preparação para jogar e qual a maior virtude de um jogador dessa modalidade de futebol?

A preparação não tem muita coisa de diferente, treinamos duas vezes por semana, fazendo muitos trabalhos reduzidos que privilegiam o passe rápido, a recuperação de bola rápida assim que a perde e também o lado físico por ser um trabalho em um espaço curto e bastante dinâmico, no resto é o famoso coletivo. A maior virtude de um jogador dessa modalidade acredito que seja a versatilidade, poder atuar em mais de uma posição e executa-las bem.

Você é um jogador diferenciado, já deu mostras disso. Quantos e quais prêmios coletivos s individuais já ganhou jogando fut7?

Comecei a jogar Fut7 em 2015. Coletivos ganhei alguns com o Botafogo, como a Copa dos Campeões, em Minas Gerais 2016, o carioca 2016. Pelo ÁgapeF7, a Copa dos Campeões 2017. Individualmente falando fui artilheiro pela Copa dos Campeões,  em minas pelo Botafogo. E tem uns outros prêmios de artilheiro, Melhor jogador pela liga Arena na Akxe.

Se você pudesse se ver jogar, como definiria o Matheus Piu jogador?

Um jogador bastante esforçado, com um bom chute e qualidade nos passes, mas principalmente um jogador objetivo, que está sempre tentando fazer o gol.

Quais jogadores mais influenciam seu estilo de jogo e porque?

Philippe Coutinho, fui companheiro dele no Vasco por 10 anos e pude aprender muito com ele. E hoje o vejo brilhando no Liverpool e na seleção e fico assistindo e me espelho nele tanto nos chutes de longe e na troca de passe rápido, que como disse ali em cima, são as características que acredito serem as melhores que tenho.

Qual o gol mais bonito marcou até hoje? Descreva-o!

Ano passado pelo Botafogo, na Copa dos Campeões. Vim tabelando com um companheiro desde o campo defensivo e quando cheguei na cara do goleiro dei uma cavadinha, sensacional. Depois do jogo até o goleiro adversário veio me dar o parabéns pelo gol.

Fale de um momento inesquecível de seu time do coração!

Campeonato brasileiro de 2009, fui em mais de 20 jogos naquele ano e me lembro como se fosse ontem das três últimas rodadas que fui em todas. Flamengo 0 x 0 Goiás , Corinthians 0x2 Flamengo e Flamengo 2×1 Grêmio. No último jogo, cheguei no Maracanã às 11 horas da manhã pro jogo às 17, Maracanã abarrotado de gente, não se via um espaço vazio pra nada. E o gol do Angelin não tem como esquecer, está na memória pra sempre,

Ainda estamos sob o luto do desastre ocorrido em novembro passado com a delegação da Chapecoense, que vitimou centenas de pessoas. Como cristão, qual impacto isso causou em você e como o as relações no futebol, tão violentas e sem paz, podem mudar com esse episódio?

Qualquer desastre é bastante sofrido e por ser no meio do futebol acabamos sentindo ainda mais. Acredito que hoje eu dou mais valor às pequenas coisas e, assistindo às entrevistas dos sobreviventes, eles sempre falam pra não esperar acontecer alguma coisa de ruim para poder dizer ao outro que o ama, isso eu venho fazendo dizendo sempre para as pessoas o quanto gosto. Em relação ao fim da violência no meio do futebol, acredito que é reflexo do que vivemos no dia a dia, infelizmente temos pessoas que vão aos jogos só para arrumar confusão e para dar um fim nisso, essas pessoas têm de ser presas, por que não são torcedores e sim marginais.

Mande um recado aos torcedor do Ágape!

Podem esperar bastante empenho e Luta na caminhada pros títulos, estamos trabalhando muito às quartas e sábados e esperamos que possamos sair vitoriosos no final, estamos no caminho certo mas teremos muitas batalhas pelo caminho.

NOME:  Matheus de Oliveira Moura Rodrigues

IDADE: 24

PROFISSÃO: Estudante

TIME DO CORAÇÃO: Flamengo

ALTURA:1,86

POSIÇÃO: Meia e Pivô

IGREJA: Assembleia de Deus Ministério Apostólico Ágape

BAIRRO: Recreio dos Bandeirantes

ÍDOLO NO FUTEBOL: Zico

FILME: Velozes e Furiosos

MÚSICA: Faz um milagre em mim

ATOR: Renato Aragao, o Didi.

ATRIZ: Flávia Alessandra

NOVELA: Malhação

PRATO: Arroz, feijão , frango a parmegiana , batata frita e farofa de ovo.

LUGAR: Praia

COR: Azul

CANTOR: Pericles

CANTORA:
Claudia Leite

FRASE: Faça amor não faça guerra !

UMA MULHER ESPECIAL: Minha vó, Ana Regina

JESUS NUMA PALAVRA: Tudo

MELHOR PARTE DA BÍBLIA:1 Corintios 13; 7 – Tudo sofre, tudo crê, tudo espera, tudo suporta.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *