Galáticos FC vence SBSC em jogão de bola e se classifica para a semifinal do Carioca

Por Walter Paz

Pela última partida do sábado das quartas de final do Carioca Católico se enfrentaram Galáticos FC, time com a melhor campanha do grupo B na fase inicial e SBSC, a pior equipe do grupo A. Em uma partida bastante disputada e com alternâncias no placar, o maior poderio ofensivo do time de Caxias se fez presente, determinando a vitória e a classificação para as semifinais. O Galáticos, que foi vice na edição passada, joga pelo empate contra o São Pedro, por uma vaga em nova final do Carioca.

O jogo

Na vida, na maioria dos relacionamentos costuma-se dizer que os opostos se atraem e, quando isso acontece, frequentemente é encarado como uma coisa boa. No futebol não. Quando existe um encontro de equipes opostas, teme-se por parte do time mais fraco que ocorra uma derrota devastadora e pela parte mais forte que o adversário não demonstre muita resistência, mas foi exatamente o oposto que aconteceu nessa partida.

Assim que o juiz apitou o início, o time do SBFC, mostrando grande determinação tática e buscando marcar melhor o adversário, foi equilibrando um jogo que se mostrava desfavorável antes do apito. O Galáticos, meio sem reação diante da postura do adversário, tentava na base do seu poderio técnico mostrar superioridade, embora isso não estivesse surtindo muito efeito graças à determinação dos atletas de Vigário Geral.

Com a partida bastante disputada, o primeiro gol só poderia sair graças a um lance individual, Denílson, camisa 10 dos Galáticos, furou a defensiva do adversário e, contando com uma infelicidade do zagueiro, que ao tentar cortar, jogou a bola contra a própria meta, promoveu a abertura do placar. Mas o SBSC não se deu por vencido, na base da garra partiu pra cima e na cobrança de pênalti de Mateus, empatou o jogo.

Após o empate, o Galáticos perdeu o controle emocional e passou a fazer, através do nervosismo, uma pressão em cima da arbitragem que se manteve firme e convicta nas suas decisões.

Buscando a vitória e contando com esse desequilíbrio do adversário, o SBSC conseguiu o gol da virada pouco antes do final do primeiro tempo, novamente através de Mateus e conseguiu o controle das ações da partida, perdendo algumas chances de ampliar o placar antes do intervalo.

Segundo tempo eletrizante

O cenário do segundo tempo se mostrou idêntico ao do primeiro. O time de Vigário Geral, agora na liderança do placar, buscava com uma marcação forte e bastante luta mostrar que a superioridade técnica do Galáticos poderia ser vencida. A disputa se mostrou nesse equilíbrio até os 10 minutos, quando Deiverson empatou o jogo.

A partida nervosa, com o envolvimento dos atletas tanto dentro quanto fora de campo em pequenas confusões e discussões acirradas, desviando um pouco o foco do jogo, teve o Galáticos tendo um jogador expulso após reclamar acintosamente de um lance mal interpretado pela sua própria equipe.

Conforme o cansaço físico do SBSC foi sendo aparente, o time de Caxias voltou a colocar a bola no chão e a mostrar seu futebol que na primeira fase era indiscutível, com o artilheiro da noite, Airton, fazendo 3 gols e colocando a vantagem para sua equipe que foi determinante até o final do jogo. Com bastante esforço, o SBSC buscou diminuir o placar, mas a vitória do Galáticos acabou sendo evidente, deixando uma lição para os atletas nas próximas fases, não se ganha jogo de véspera.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *