GDC segura ímpeto do Galáticos JS e conquista segunda vitória consecutiva no Carioca

Por Thamires Marciano

Neste sábado, dia 08 de abril, aconteceu uma das partidas mais esperadas da 3ª rodada do Carioca Evangélico, GDC FC  x Galácticos JS. Numa partida muito equilibrada e onde as duas equipes se mantiveram bem tranquilas, preocupadas apenas em jogar futebol, o GDC foi mais eficiente e acabou derrotando o Galáticos por 2×1. Como destaque coletivo a pesada marcação sobre o adversário e como craque do jogo o meia Michael.

No primeiro tempo foi possível notar muitos passes diretos para o gol na tentativa de colocar a bola para dentro da trave. A disputa em campo era muito acirrada e os lançamentos e jogadas de bola parada eram alternativas ao jogo truncado nas intermediárias. Com um estilo de jogo mais ofensivo que o oponente, o Galáticos JS não encontrava as facilidades das duas primeiras partidas, onde marcou 18 gols. O time da Baixada Fluminense se apresentava de forma irretocável taticamente. Apesar das tentativas, os gols não deram as caras nessa primeira metade do duelo, que foi um jogo morno, sem muita emoção. A transpiração falou mais alto que a inspiração.

No início do segundo tempo o jogo começou a mostrar sinais de emoção com passes mais arriscados e audaciosos. Os jogadores do Galáticos começaram a apresentar um temperamento um tanto agressivo para o jogo querendo marcar o primeiro gol; claro que o time adversário não ficou pra trás e da mesma forma fechou o cerco. Como destaque do jogo, Michael, camisa 11 do GDC, fez uma gloriosa participação mantendo a bola sob controle e fazendo passes significativos para a atuação do seu time.

O primeiro gol do jogo acabou saindo para o GDC: Eduardo Lopes tocou para Matheus que fez o primeiro do time da Baixada. Sem muitas alternativas para tentar o empate, o Galáticos começou a apostar nos arremates de longe e nas cobranças de falta. Mas quem marcou foi o adversário, que ampliou para 2×0 sua vantagem. Michael serviu Hugo Leonardo que não pensou duas vezes antes de direcionar a bola em direção ao arco. O lance aconteceu pouco antes da metade do segundo tempo, quando os times brigavam pela posse da bola. O Galácticos manteve o bom domínio da bola durante esse período de jogo.

Como já era esperado do jogo, foi uma atuação muito impactante de ambos os times que se mostraram destemidos em campo. E quando tudo parecia perdido para o Galácticos, eis que em um passe admirável no fim do segundo tempo do camisa 21, Marcos Paulo, para seu companheiro camisa 2, Felipe da Silva, resultou em um belíssimo gol que salvou a posição do Galácticos na partida.

O jogo que parecia muito tranquilo no primeiro tempo teve um desenrolar incrível e um final emocionante, mostrando que um dos jogos mais esperados da rodada valeu a pena e se mostrou um jogão. Apesar das tentativas do time de Ramos, o GDC conseguiu segurar a vitória que lhe deu três importantes pontos na classificação.

Na próxima rodada o GDC enfrenta o Betel e o Galáticos encara o É de Deus

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *