Maanaim FC não toma conhecimento da força do Galáticos JS e vence por 4×3 pelo Torneio de Inverno

Por Lucas Bichão

A terceira rodada do Torneio de Inverno 2017 viu neste último dia 5 de agosto um dos jogos mais esperados do Grupo B. O Maanaim enfrentou o Galáticos JS pela terceira e última rodada da primeira fase. Os azuis venceram o confronto que valia a classificação e terminaram em primeiro na sua chave, pois seus 7 pontos já não podem ser alcançados pelo JS que tem um jogo a menos.

Tanto os jogadores do Maanaim quanto os do Galáticos demostraram muita qualidade no Campo do Agrião, mas prevaleceu no gramado o time que jogou com maior frieza e calmaria. Por mais que os azuis não tivessem dominado por toda a partida, a equipe demonstrou uma coesão maior de seus integrantes, estes que se mantinham centrados em suas funções dentro das quatro linhas.

No último jogo do Maanaim, o segundo tempo da equipe pôde ser considerado perfeito devido a sua precisão na troca de passes. Esse aprendizado parece ter perdurado por toda a partida contra o Galáticos. Os azuis buscavam muito o controle, sempre apresentando triangulações e viradas de jogo inteligentes.

Porém, o primeiro gol da partida saiu do Galáticos JS, que explorou bem as falhas defensivas de início de partida que o Maanaim oferecia e, em um contra-ataque, marcou com Victor, este que recebeu bom passe de Diogo Duarte. O placar não se manteria desigual por muito tempo, já que em menos de 5 minutos Lucas empataria a partida.

O time do Maanaim tornou-se calculista após balançar as redes pela primeira vez, quando usou de toda a sua concentração para bater um Galáticos apreensivo e que apostava muito na sua qualidade individual para bater o adversário. Os azuis utilizaram da força coletiva, esta que impulsionou ainda mais as habilidades separadas dos jogadores.

Dos pés de Pedro, camisa 89 do Maanaim, surgiu um chute forte pela direita no qual o goleiro adversário não pode segurar;  Daniel que estava bem posicionado só precisou empurrar para as redes, já que a bola estava em cima da linha. A vantagem se estenderia pouco depois, quando, pela esquerda, Pedro cruzou rasteiro para Daniel aproveitar e fazer o seu segundo na partida.

O placar ao fim do primeiro tempo era um 3 a 1 que não parecia que mudaria drasticamente na segunda etapa. Ao apito inicial dos últimos 25 minutos de jogo, o Galáticos voltara com mais brio e vigor, sendo que logo no início Victor faria mais um para o seu time, colocando pressão sobre o Maanaim.

Após o gol, o jogo esteve muito calmo e com poucas oportunidades criadas. As falhas defensivas dos azuis foram extinguidas, está que veio com o sacrifício de Lucas que é um dos maiores pensadores da equipe e que pouco apareceu no jogo. Enquanto isso, o JS não demonstrava grande poder de reação e buscava seu gol em algum lance isolado, sem muita união coletiva.

Quem aproveitou bem o sumiço de Lucas foi seu irmão Pedro, apesar de não ter marcado nenhum gol, o camisa 89 foi o que mais tentou para o Maanaim. Seus chutes de fora da área e seus passes providenciais, além de uma grande cadência no controle do meio, foram essenciais para que a equipe se mantivesse sempre no domínio da posse de bola.

Toda a frieza dos azuis pudera ser vista na roubada de bola de Higor, que se aproveitou muito bem da falha defensiva do Galáticos para marcar o 4 a 2. A partida ainda veria mais um gol do JS, este que veio dos pés de Victor mais uma vez, porém o hat-trick não foi suficiente para salvar o time da derrota.

O Maanaim está classificado para a próxima fase e agora espera o seu rival do mata-mata. Já o Galáticos JS ainda tem um jogo pela frente, onde enfrentará o Galáticos da Catedral em partida que valerá a segunda colocação da chave.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *