Mainés faz sua melhor partida no Carioca Evangélico, mas IMSC termina com a vitória de 3×2

Por Macio Nunes

Na tarde do último sábado, 27, no Alto da Boa Vista, IMSC e Mainé’s travaram um duelo de mundos opostos. Enquanto o primeiro jogava pela classificação antecipada para as oitavas de final, o segundo lutava para continuar com chances no campeonato.

O Primeiro Tempo.

No início da partida o IMSC apresentou uma postura mais conservadora, se fechando e estudando o adversário. Do outro lado, o Mainé’s, que precisava da vitória a qualquer custo, começou mais ofensivo, porém o nervosismo atrapalhou e o time não conseguiu aproveitar a chances que teve.

O primeiro lance de perigo veio em boa jogada entre Thiago e Eduardo do IMSC, mas o chute foi para fora. Em seguida o Mainé’s conseguiu, em um lindo lance de Iago, um bom ataque. O jogador tentou um drible de letra na zaga que afastou pela linha de fundo. Na cobrança do escanteio o mesmo subiu sozinho e cabeceou rente à trave, mas pra fora.

O IMSC, com muita qualidade no passe, passou a dominar o primeiro tempo, não dando mais espaços ao adversário. Foram pelo menos dez minutos de domínio absoluto. Em um lançamento longo, a bola chegou aos pés do camisa 7, Walace e, sozinho de cara para o gol, chutou por cima da meta. Na sequência, o camisa 11, Wellerson, abriu o placar após driblar o zagueiro na entrada da área e bater forte para o gol. O Mainé’s não teve tempo de respirar quando Eduardo avançou pela direita e chutou colocado, obrigando o goleiro Almir a fazer uma bela defesa. Na sequência do lance, em cobrança de escanteio, o 7 do IMSC tentou cabecear, mas a bola foi para fora.

Na metade final do primeiro tempo o Mainé’s conseguiu estabilizar a partida e voltou a criar oportunidades. Primeiro com Jonathan que roubou a bola do goleiro e tocou para Esdras que bateu pra fora. Na sequência, Matheus Nogueira cruzou na cabeça de Matheus Martello, mas a cabeçada saiu fraca e a bola ficou nas mãos do goleiro. O IMSC tentou um contra-ataque rápido com Walace, mas novamente Almir espalmou para fora. O Mainé’s seguiu em busca do empate e quase conseguiu quando Esdras bateu no ângulo e o goleiro operou um milagre.

O IMSC voltou ao controle do jogo e passou a jogar no erro do adversário. Primeiro com Eduardo recebendo um cruzamento rasteiro e chutando por cima do gol. Em seguida com Walace, duas vezes, que parou no goleiro após um forte chute da entrada da área e na trave após um contra-golpe em que recebeu passe livre de marcação e arriscou o chute.

No último lance da primeira etapa o Mainé’s teve a chance do empate em novo contra-ataque, mas o goleiro Luciano estava inspirado e fez uma grande defesa após uma bomba do camisa 6, Matheus.

O primeiro tempo acabou com o placar de 1×0 favorável ao IMSC. Ambas as equipes erraram muitos passes, mas a qualidade técnica e visão de jogo dos atletas do IMSC fizeram a diferença e garantiram ao time a vantagem no placar.

O Segundo tempo.

As equipes voltaram do intervalo mais ofensivas, saindo mais para o jogo e, consequentemente, dando mais espaços para o adversário.

Logo no início do segundo tempo o Mainé’s conseguiu o empate após jogada individual de Matheus, que driblou o marcador e deu o passe para Renan finalizar, sem chances para o goleiro, igualando o placar. Mas não deu nem pra comemorar. No lance seguinte, o IMSC foi ao ataque com o Walace que cruzou para Wellerson marcar seu segundo gol no jogo e colocar o time novamente em vantagem. IMSC 2×1.

O Mainé’s não conseguia mais se encontrar em campo e, abusando das faltas, perdeu Renan, que vinha se destacando no jogo, ao levar o cartão vermelho.

Com a vantagem numérica dentro de campo e, também, no placar, o IMSC quase ampliou após cruzamento Thiago na área e finalização de Danilo (16) rente à trave, mas pra fora.

Mesmo com um jogador a menos o Mainé’s conseguiu chegar ao ataque, mas Matheus, sozinho, de cara para o gol, perdeu uma oportunidade incrível ao chutar em cima do goleiro.

Após uma parada técnica o jogo recomeçou com falta para o IMSC. Na cobrança, Walace bateu forte e a bola explodiu na trave. O time continuou no ataque e, em nova chance clara de gol, Wellerson chutou em cima do goleiro. No lance seguinte, o artilheiro do jogo deu passe para Danilo que pegou mal na bola e chutou por cima da meta, desperdiçando outra grande oportunidade. Com domínio absoluto do jogo, o IMSC não dava descanso ao adversário e, em nova jogada de ataque, Danilo, que entrara muito bem na partida, tentou o drible no zagueiro, bateu rasteiro no contrapé do goleiro, mas viu a bola passar à esquerda do gol. O camisa 16 que havia entrado muito bem na partida teve outra grande chance de fora da área, mas a bola bateu na trave e sobrou para Walace que chutou pra fora.

Mas como diz a máxima do futebol: “Quem não faz, leva”. E assim foi. Depois de diversas oportunidades e uma pressão incrível na partida, o IMSC não aproveitou as chances que teve e viu o Mainé’s empatar a partida novamente. Em dividida no campo de defesa, Elias deu o passe para Matheus Nogueira que finalizou, deixando tudo igual.

O IMSC se reorganizou em campo, esfriou a cabeça e foi ao ataque buscar uma merecida vitória. Wellerson, que já havia feito dois gols, queria mais. Em novo ataque, o jogador recebeu uma bola na entrada da área e bateu, mas o goleiro fez outra grande defesa. Em novo lance de Walace, o arqueiro do Mainé’s conseguiu outra grande defesa. Os jogadores do IMSC se depararam com uma verdadeira muralha. Quando Almir não defendia, era a trave que ajudava. Foi assim com Danilo. O meia ainda teve outra grande chance após uma sequência de escanteios para sua equipe, mas parou na trave, de novo.

O Mainé’s teve a bola do jogo em um contra-ataque incrível!!! Três jogadores contra o goleiro, mas o nervosismo falou mais alto. Esdras chutou em cima do guarda-redes e perdeu a melhor chance da partida. Mas como diz o ditado: “Água mole, pedra dura. Tanto bate, até que fura”. Depois de muito insistir, o IMSC foi ao ataque com seus melhores jogadores em campo. Em tabelinha na linha de fundo, Walace deixou Wellerson de novo na cara do gol e o pivô não perdoou. Marcou o seu terceiro no jogo e fechou a conta.

Fim de jogo. IMSC 3 x 2 Mainé’s FC. O IMSC garantiu a classificação para a próxima fase enquanto que o Mainé’s está eliminado.

O craque do jogo foi o pivô Wellerson do IMSC com seus 3 gols. Vale destacar também as atuações dos goleiros Luciano e Almir, principalmente o segundo que evitou uma goleada para sua equipe. Walace também fez uma bela partida dando duas assistências.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *