Ousadia derrota Galáticos da Catedral e consegue vaga nas Oitavas do Carioca Evangélico

Por Marcio Nunes

Em jogo de poucos gols e muito equilíbrio, Ousadia bate os Galáticos da Catedral e fica muito perto das oitavas de final.

Muito frio, campo molhado e risco de mais chuva a qualquer momento. Mas nem o clima conseguiu parar os garotos do Ousadia FC na tarde deste sábado, 20. Depois de um primeiro tempo muito equilibrado, o Ousadia mudou a postura e dominou a etapa final com destaque para as atuações de Pablo (7), Christiano (8) e de André Vitor (17), eleito craque do jogo.

O Primeiro Tempo.

O jogo começou bem movimentado com as duas equipes buscando o ataque. O time do Ousadia dominou os primeiros 10 minutos de jogo tendo boas oportunidades de fora da área. O goleiro Samuel (Sassá) do Galáticos conseguiu duas boas defesas em chutes de Christiano e André Vitor de fora da área, mas o camisa 8 não desistiu e, em passe de André, abriu o placar com um chute forte e no canto. Ousadia 1 x 0. Após o gol, o Galáticos foi pra cima, colocou a bola no chão e criou três ótimas oportunidades com o camisa 26, John Vitor. O meia recebeu uma bola alta na área, deu um lençol no marcador e finalizou, obrigando o goleiro Darnley a fazer uma grande defesa. Em outro lance, aproveitando uma cobrança de escanteio, John desviou a bola, mas o goleiro do Ousadia segurou firme, sem problemas. Mantendo a bola no ataque e dominando o meio de campo, o Galáticos igualou o marcador com o craque do time na partida: John Vitor. O meia recebeu passe na intermediária, avançou e chutou forte para deixar tudo igual. Ousadia 1 x 1 Galáticos.

Nós cinco minutos finais da etapa inicial, o Ousadia conseguiu recuperar o bom futebol dando equilíbrio ao jogo. André Vitor fez uma bela jogada individual, driblou 3 marcadores e arriscou de fora da área, mas a bola foi pela linha de fundo. A resposta do Galáticos veio no último lance de perigo do primeiro tempo em cabeçada do camisa 9, Gustavo Lessa, mas a bola acertou a trave.

Fim do Primeiro tempo e tudo igual no placar.

O Segundo Tempo.

Os dois times voltaram do intervalo com vontade de vencer. O camisa 9 do Ousadia, Marlan Galdino, acertou a trave logo no início da etapa final. Mas o 9 do Galáticos também estava afim de jogo e, em resposta rápida, bateu forte para defesa de Darnley. Após uma falha de Guido do Ousadia, a bola sobrou para John Vitor que furou na hora do chute, desperdiçando uma grande oportunidade para os “galáticos”. O time da Catedral se lançou novamente e quase virou o jogo, mas Darnley fez grande defesa e no rebote, Guido se redimiu salvando em cima da linha.

Após uma bronca do treinador o Ousadia foi ao ataque e marcou novamente, voltando a frente no placar. Em passe de Igor Paulo, André Vitor não deu chances ao goleiro e marcou o segundo. Ousadia 2 x 1 Galáticos. O gol deu tranquilidade à equipe que passou a dominar a partida e aproveitou o nervosismo do adversário. O time da Catedral abusou dos erros de passe e nas faltas, permitindo que o Ousadia criasse diversas oportunidades. Em três lances seguidos, o goleiro Sassá evitou o pior e fez grandes defesas. Primeiro em chute de Pablo dentro da área. Em seguida evitou os gols de Israel e Thiago. Em mais uma boa chance do Ousadia, Israel cabeceou para fora. Pablo, que vinha se destacando no segundo tempo com jogadas individuais, acertou o travessão.

O golpe de misericórdia veio no final do jogo. Christiano, que já havia marcado o seu, deu bom passe para Pablo, que finalmente venceu o goleiro e a trave para marcar o último gol do jogo. Ousadia 3 x 1 Galáticos da Catedral. Com a vitória nas mãos, o Ousadia administrou e abusou dos chutões pra frente até o apito final.

A vitória garantiu o time de Jacarepaguá nas oitavas da competição.

Lance Curioso.

Ainda no primeiro tempo, o goleiro Samuel do time do Galáticos deixou o gol para afastar uma bola perigosa se antecipando ao adversário. O goleiro acabou se enroscando com a rede lateral do gramado, não conseguindo voltar a campo enquanto a bola ainda estava em jogo. Sassá deixou a chuteira pra trás e voltou à meta. Para a sorte dos Galáticos o Ousadia não conseguiu aproveitar essa oportunidade com gol vazio e este evento inesperado não influenciou no resultado.

Considerações finais.

O Ousadia saiu de campo com uma vitória justa, coroando uma bela atuação coletiva. O goleiro Darnley que começou o jogo um pouco inseguro, evoluiu bastante no decorrer da partida com defesas firmes e passando confiança ao time. O craque do jogo foi o camisa 17, André Vitor, que deu uma assistência, marcou um gol e criou diversas oportunidades, chamando a responsabilidade e exibindo um bom futebol em jogadas individuais.

Com a vitória, o Ousadia assume a terceira colocação no Grupo C com 10 pontos e se garante na próxima fase. Já o Galáticos da Catedral continua com os 6 pontos em quinto lugar, mas ainda tem chances de classificação. Na próxima rodada o Ousadia enfrenta o Kairós, sexto colocado. Já o Galáticos da Catedral terá uma partida mais complicada contra o Albatroz, vice líder do Grupo C e que tem a melhor defesa do campeonato com apenas 7 gols sofridos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *