São Pedro FC goleia SBSC FC e volta a mostrar que é um dos favoritos ao título do Carioca

Por Lucas Bichão

O duelo particular entre São Pedro FC e SBSC FC terminou com vitória de uma das equipes pela primeira vez na breve história desse confronto. No Carioca Católico da 1ª Edição, os times se enfrentaram em duas oportunidades e ambas com igualdade no placar.

Desta vez o São Pedro goleou seus adversários por 7 a 2, resultado que o torna um dos favoritos para passar para a fase eliminatória. Enquanto os vencedores ficam com 100% de aproveitamento nos dois jogos realizados até o momento, o SBSC continua sem pontuar neste torneio.

São Pedro mostra perfil de vencedor desde o início

Diferente da última dos últimos dois embates entre as equipes, onde a igualdade em qualidade técnica pôde ser observada, o São Pedro FC entrou em campo como um time mais imponente e maduro. A conhecida qualidade técnica de Ralf ainda se sobressai se comparada com a de seus companheiros, mas o time demonstrou alta capacidade de se virar sem o camisa 3.

Apesar da independência do brilhantismo de Ralf, foi dele o gol de abertura. Thomas encontrou o ala, que bateu bem para as redes. Não houve mudança no segundo tento do time, no qual a dupla repetiu o feito. Mas, pouco antes o SBSC havia empatado com Marcos Vinicius.

O 2 a 1 do placar não demorou para ser batido, na verdade agredido até com certa ignorância. Felipe recebeu de Ralf e foi aos trancos e barrancos, chutando e dividindo até chegar à rede. A garra do autor do gol demonstrava mais uma vez a gana pela vitória.

O São Pedro ainda cedeu espaço para Marcos Vinicius diminuir o placar, momento da partida em que ainda havia alguma pressão e reação por parte do time de Vigário Geral, mas com o fim do primeiro tempo também veio a escassez de esperanças.

Ralf volta a fazer quatro gols em uma partida

O segundo tempo rendeu mais elogios ao ala do São Pedro FC. Se na primeira rodada do carioca ele havia feito quatro (4) gols e dado duas (2) assistências, o feito voltaria a se repetir neste segundo jogo.

Os primeiros minutos da etapa final foram complicados e intensos, mas sem nenhuma chance clara de ambas as equipes. Foi preciso que Jean encontrasse Ralf para que o ala fizesse o placar andar novamente.

Se a fase já era boa para o camisa 3, o goleiro do SBSC ainda resolveu ajudar. Após arremate de fora da área, o arqueiro inocentemente espalmou a bola para a entrada do gol e justamente onde Ralf se encontrava. Com 5 a 2, bastaram Igor e Felipe fecharem o famoso caixão da derrota.

Mais uma vez o SBSC marca apenas 2 tentos em uma partida e é derrotado, uma campanha incomum para o time que foi 4º colocado na última edição e obteve o melhor ataque do campeonato naquela oportunidade. Enquanto isso, o São Pedro avista um horizonte muito mais promissor.

A pergunta que fica agora é: será que o ditado “Tudo que acontece uma vez pode acontecer duas, mas tudo que acontece duas vezes vai acontecer uma terceira” vai ser aplicado no caso de Ralf?

Notas Relevantes

Ralf (São Pedro FC | Ala) – 10: o ala é o grande diferencial de uma equipe com potencial. Obteve os mesmos números da última partida e atingiu a nota máxima mais uma vez (a primeira deste cronista que voz escreve). Dono de uma qualidade técnica inegável e de uma humildade enorme quando é entrevistado.

Felipe (São Pedro FC | Pivô) – 7,5: foi o centro das atenções em um ataque muito móvel, fazendo exatamente o que se espera de um jogar em sua posição: segurar a bola e marcar gols.

Marcos Vinicius (SBSC FC | Meia) – 7,0: foi um dos que mais fez pelo time no primeiro tempo e o único que aproveitou as chances que teve. Mais uma vez o SBSC cansou na segunda etapa, como foi contra o Newell’s, porém nesta oportunidade ainda teve chances reais de chegar à vitória.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *