SBSC e Real Boleiros empatam pela última rodada da primeira fase do Carioca

Por Breno Roberto

No último sábado, 15/09, Real Boleiros FA e SBSC FC se enfrentaram pela terceira e última rodada da fase de grupos do Campeonato Carioca Católico. O jogo foi realizado no Campo 3, do Pau Ferro, pelo grupo A da competição. Os dois times acumulavam duas derrotas nas duas primeiras rodadas e buscavam a primeira vitória para disputar as Quartas de final com moral. A partida terminou empatada em 4 a 4.

A primeira etapa começou com um gol relâmpago do Real, após roubada de bola na zaga adversária, o camisa 11, Nicholas, achou Fabricio dentro da área para abrir o marcador. Depois disso as propostas de jogo ficaram claras, o Boleiros com passes rápidos e jogadas trabalhadas, enquanto o SBSC apostava em bolas longas para o seu pivô escorar.

O time com vantagem trabalhava a bola e tinha muitos espaços no meio de campo para pensar nas jogadas. Mas forçava demais os passes e pecava nas finalizações, com uma bola na trave como chance mais perigosa. Já o SBSC errava passes constantemente e acionava muito o seu camisa 9, Tales.

O jogo parecia tranquilo para o Real, até que o camisa 19 do SBSC, Rafael, achou um gol após uma cobrança de lateral na área, finalização essa que foi a primeira do time no gol. Mas os Boleiros não sentiram o golpe e fizeram o segundo gol logo na sequência, com o ponto forte do time, a troca de passes. Gol de Fabricio, novamente, que deu números finais ao primeiro tempo.

Os dois times retornaram para a segunda etapa de forma diferente, o Real estava afobado e não conseguia criar as jogadas, e o SBSC com grandes chances de empatar, mas desperdiçadas. Destaque para o Meia Matheus Oliveira, do SBSC, que anulava a maioria das tentativas de contra-ataque dos Boleiros. A falta de capricho também prejudicava o time com a vantagem.

O time em desvantagem não fazia um bom jogo mas conseguiu o empate com Tales, após uma falha generalizada da zaga e do goleiro. Esse gol parece ter afetado o Real que começou a afrouxar a marcação e dar espaços no meio, tanto que tomou a virada. Com um gol de Matheus Oliveira depois de uma tabela com o pivô.

O SBSC aproveitou o momento instável do time do Real, principalmente do goleiro que parecia estar sem confiança, e fez o quarto gol, com um chute de fora da área do meia Vinni. O técnico do Boleiros pediu tempo para ajustar a equipe que parece ter entendido as instruções, voltou mais ligada no jogo e diminuiu o placar com um golaço de falta de Fabricio.

O jogo ficou aberto, ainda mais após a expulsão do fixo do Real, Tiago, que matou um contra ataque e recebeu o segundo amarelo. Os goleiros começaram a fazer boas defesas e muitas chances eram perdidas. No fim, houve mais três expulsões, duas pelo lado do SBSC e uma do Real, após uma confusão. Com a superioridade numérica, o Real empatou o jogo, com Bruno, mas só não saiu derrotado porque Artur defendeu um Shoot-out no último lance.

Nas quartas de final o Real Boleiros enfrenta o Águia da Paz e o SBSC pega o Galáticos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *