Um jogo para a história: Ágape F7 faz 21 x1 no Mainé’s FC e Matheus Piu marca dez vezes pelo Carioca

Por Isabella Azevedo

Ágape F7 e Maine´s  se enfrentaram pela terceira rodada do Carioca Evangélico, no último sábado, no Campo do Agrião. O time da Assembléia de Deus Ministério Apostólico Ágape, do Recreio, fez jus ao favoritismo e goleou o adversário por 2×1, a maior goleada da história da competição. A fragilidade apresentada pelo Mainé’s nas duas primeiras rodadas se mostrou ainda mais evidente  e a força já conhecida do Ágape, campeão dos campeões evangélicos e campeão do Torneio de Inverno do ano passado, foi  confirmada com louvor. Matheus Piu, com dez gols, se tornou o jogador com o maior número de gols numa partida do Carioca; e ele ainda deu cinco assistências. Dos 21 gols, 15 tiveram sua participação.

Apesar do resultado, quem saiu na frente foi o time da Assembléia de Deus Ministério, de Anchieta. Johnny recedeu de Diego, driblou o goleiro Junior e fez 1×0 para o Mainé’s. No entanto, logo depois o Ágape começou a mostrar a sua avassaladora força. Antes de empatar a partida aos oito minutos, Sávio obrigou o goleiro Amir a fazer uma defesa espetacular. Mas não teve jeito. Matheus Piu começou a dar seu show particular e fez o primeiro do time azul e branco em jogada individual. Era apenas o início dos trabalhos. Três minutos depois, Piu recebeu de Sávio e colocou o time da Zona Oeste na frente do placar. Aos 14′, Piu retribuiu a gentileza e Sávio fez o terceiro.

Nesse momento o domínio era total do time que vencia. Acuado, o Mainé’s errava muitos passes e não conseguia segurar o ritmo mais que acelerado do oponente. Aos 16 minutos, Matheus Piu recebeu de Julio Cesar e fez seu terceiro na partida, o quarto do Ágape. Dois minutos a frente, o atacante fez mais um, dessa vez recebendo boa assistência de Michel. Era ataque contra a defesa e Piu parecia onipresente em campo. Aos 21′, Michel recebeu de Kayque e colocou uma bola rasteira do gol de Almir. Menos de um minuto depois, Matheus fez o sétimo, recebendo de Sávio e mais rápido ainda fez bonita jogada individual para fazer o oitavo de seu time, segundos depois. Antes do apito final do primeiro tempo, Sávio fez o nono, com assistência de Piu. O intervalo chegava com impressionantes 9×1 para o time do Recreio.

Com o início do segundo tempo, os torcedores esperavam uma reação do Mainé’s, mas o time de Anchieta voltou ainda pior, errando passes e completamente desnorteado em campo. Com isso, aos 3 minutos, Wuelton recebeu de Piu e fez o décimo do Ágape, que não deu nenhuma mostras de que ia relaxar em campo. Tanto que a enxurrada de gols continuou: GULANO fez o décimo primeiro, Piu o décimo segundo e décimo terceiro e o mesmo deu passe para Wuelton fazer o 14ª. Impressionante!

O décimo quinto saiu de uma jogada ensaiada de Wuelton com Carlos Augusto, com gol do primeiro.  Com dez minutos de jogo ainda a serem disputados, o Ágape derrotava o Mainé’s por 15×1. E saíram mais seis gols até o final. Parecia que o maior adversário do time que goleava era o tempo e a possibilidade de estabelecer uma marca histórica.

Sávio, outro que brilhou na partida, marcou o 16º aos 19 minutos. Após 5 minutos fora do jogo, para um descanso merecido, Matheus Piu voltou a campo, deu passe para Marcus, que colocou a bola dentro do gol, fazendo 17×1. Aos 22′, Marcus deu passe para Sávio faz o gol 18. O 19º nasceu de um contra-ataque terminado com mais um gol de Piu. Logo depois, Sávio fez o 20º de sua equipe, seu quarto no “duelo”.

Como o grand finale de uma grande apresentação teatral, Matheus Piu, já no minuto final, fez o 21º e último gol do time azul e branco, seu décimo gol, coroando uma das maiores atuações que o futebol society carioca já teve em sua história.

Apesar da fragilidade do Mainé’s, a goleada do Ágape é histórica e deve-se parabenizar a equipe pela força e respeito com o adversário. Em nenhum momento houve humilhação, mas sim um jogo vistoso, mortal que vitimou um adversário muito mal no jogo. E Piu foi extraordinário. Palmas também para a esportividade do Mainé’s que aceitou na bola a derrota e não apelou. Um jogo para a eternidade.

Na próxima rodada, o Ágape enfrenta o Ousadia FC. O Mainé’s já ganhou os pontos do jogo contra o Atletas de Cristo, eliminado por W.O, e só volta a jogar no dia 20/05 contra o Albatroz, pela quinta rodada.

 

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *